January 18, 2018

Comprometa-se com a Associação Salvador




Ser “Amigo” da Associação Salvador é contribuir com um valor anual a partir de 24€ para a concretização dos seus projetos.


Torne-se AMIGO.


Os "Amigos" da Associação Salvador são uma importante fonte de financiamento regular das atividades que desenvolvem, atividades que têm em vista a inclusão das pessoas com deficiência motora na sociedade.


A contribuição anual poderá ser interrompida a qualquer momento. Para além da recompensa pessoal em colaborar com a causa, pode ainda usufruir de benefícios em produtos e serviços de empresas parceiras da Associação. 



Para se tornar "Amigo" da Associação Salvador basta um clique: ACEDA AQUI.





Para o Minuto Acessível,
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

January 14, 2018

3.199 Mil Condutores


Mais de 3 mil condutores multados por estacionarem em lugares reservados a pessoas com deficiência.


Números da GNR são relativos apenas ao segundo trimestre de 2017.

Um total de 3.199 condutores foram multados pela GNR por ocuparem lugares reservados a pessoas com deficiência. 

A paragem ou estacionamento nestes lugares destinados a pessoas com Mobilidade Reduzida por qualquer outro condutor é uma "contraordenação grave", recorda a força de segurança.

As coimas para esta infração vão dos 60 aos 300 euros, o condutor perde dois pontos na carta por pontos e pode ficar inibido de conduzir entre 1 e 12 meses.

"O estacionamento nestes locais apenas pode ser feito por quem seja portador do cartão de estacionamento para pessoas com deficiência que pode ser solicitado aos serviços do IMT da sua área da residência", sublinha a GNR.  


Fonte: Renascença 





Relacionados:


Para o Minuto Acessível,
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

January 4, 2018

Comércio + Acessível

NO SEU CENTRO HISTÓRICO, PENAFIEL PROMOVE ADAPTAÇÃO DE COMÉRCIO TRADICIONAL PARA AS PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA


A Câmara Municipal de Penafiel vai desenvolver em 2018 o projeto "Comércio + Acessível”, que tem como objetivo incentivar os comerciantes a adaptarem os espaços comerciais do Centro Histórico de Penafiel às pessoas com mobilidade reduzida, temporária ou permanente, de modo a garantir um acolhimento mais inclusivo. A Autarquia vai fornecer toda a mão-de-obra necessária e comparticipar em 90% no custo dos materiais.

Quando se fala em mobilidade reduzida abrange-se um universo considerável de cidadãos, desde as pessoas com algum tipo de deficiência física, dificuldades de movimentação, idosos, grávidas, pessoas com crianças de colo ou que utilizem carrinhos de bebé, entre outros.

“Sempre quis melhorar o mundo e pensei como poderia fazê-lo (…) comecei por escrever tudo numa mesa de café (…) tive a ideia de propor que fossem colocadas rampas amovíveis à entrada dos estabelecimentos comercias (…) rampas a baixo custo (…) percebi que para ter sucesso o melhor era ir ao encontro das pessoas (…) bati porta a porta (…) falei com os comerciantes e durante dias recolhi assinaturas na rua, para avaliar o compromisso dos comerciantes e dos cidadãos (…) quando vi que tinha assinaturas suficientes para dar voz a esta causa, apresentei a ideia aos membros da Câmara Municipal, que desde dai abraçaram o projeto (…) acredito que a sensibilização é muito importante para a mudança e para que mudança seja efetivamente realizada”, considerou Sofia Costa, uma cidadã portadora de deficiência


A promoção da inclusão social através da criação de condições de acessibilidade universal é um desígnio público. Penafiel quer continuar a promover o seu comércio tradicional com projetos inovadores.


Fonte:


Com a colaboração de Sofia Costa


Para o Minuto Acessível,

deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com