April 28, 2015

Está na hora de MUDAR


Fica constrangido quando encontra uma pessoa com deficiência?










Saber conviver com as DIFERENÇAS é uma atitude que só os mais capazes sabem gerir.







Relacionado: INABILIDADE



Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

April 23, 2015

Prisão domiciliária sem pulseira eletrónica


Há pessoas impedidas de sair de casa 
por falta de acessibilidade



Hoje creio poder afirmar-se, com alguma unanimidade, que a acessibilidade consiste na existência de condições que permitem aos cidadãos com mobilidade reduzida ou portadores de deficiência utilizar, com segurança e autonomia, os espaços, os equipamentos urbanos, os transportes, os sistemas e os meios de comunicação (…) ainda assim considero esta definição incompleta (…) em minha opinião a acessibilidade ou a sua falta, deve ser aplicada a todos os cidadãos uma vez que a nossa situação individual é sempre conjuntural ainda que, estatisticamente, estável. Aliás, como diz o povo, que é sábio, ninguém ‘caminha’ para novo e muito provavelmente, todos nós, um dia, vamos ter de incluir no nosso discurso o termo ACESSIBILIDADE”,  considera Fernando Cardoso, autor deste Blog.


Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

April 20, 2015

Inclusão DIGITAL


A Fundação PT tem-se afirmado como um ator proactivo na lógica social, promovendo a inclusão digital das populações com necessidades especiais. Estas soluções, desenvolvidas pela PT, estão adaptadas às necessidades dos cidadãos com deficiências, possibilitam o acesso à atividade escolar, profissional e social, contribuindo assim para a Inclusão Digital da comunidade.


VISUAL
Serviços que proporcionam condições vantajosas e interativas melhorando a comunicação




FALA / COMUNICAÇÃO

Soluções que permitem comunicar com quem mais precisa





COGNITIVA
Para quem procura soluções com características técnicas e pedagógicas adaptadas ao seu perfil.




AUDITIVA / SURDEZ

Soluções para quem é surdo ou tem dificuldade em ouvir





NEUROMOTORA

Serviços que facilitam uma maior interação com o meio envolvente




CIDADÃOS IDOSOS EM RISCO

Serviços que proporcionam aos mais idosos maior autonomia





CIDADÃOS COM DOENÇAS SEVERAS

Serviços que proporcionam às pessoas com doenças severas maior autonomia







Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

April 15, 2015

Entender o AUTISMO


Foi desenvolvida uma App, denominada por Enforcing Kids, dedicada ao autismo e criada por portugueses. Consiste numa plataforma de informação e numa aplicação móvel de apoio à terapia de crianças com síndrome do autismo.



Esta plataforma é destinada ao público adulto que lida com a temática do autismo, enquanto a aplicação móvel está pensada para ser usada por crianças devidamente acompanhadas por adultos responsáveis pela terapia. Apesar de ser recente já se encontra presente em 33 países. O seu desenvolvimento contou com o apoio do Departamento de Investigação LaSIGE da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Como se sente uma criança autista diante do mundo



A aplicação móvel foi desenhada para ser usada nos dispositivos móveis mais recentes e está disponível para ser usada em quatro idiomas diferentes: português, castelhano, francês e inglês.Todo o processo de criação da aplicação decorreu no âmbito de um trabalho académico e não tem quaisquer custos de utilização. 




Os responsáveis por este projeto são Cátia Raminhos e Jorge Santos, alunos da Universidade de Lisboa dos mestrados de Engenharia Informática e de Metodologias e Tecnologias em E-Learning.


Enforcing Kids no facebook




Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

April 12, 2015

Uma RODA inteligente



Sam Pearce reinventou a roda.

A ideia surgiu pelo facto de Pearce ter considerado que a roda tinha que ser suficientemente flexível para acomodar a amplitude total de movimento humano.






A Loopwheels pode ajudar-nos a ultrapassar muitos dos obstáculos que encontramos na maioria dos nossos centros urbanos. Contrariamente ao que seria mais sensato e adequado, continuamos a usar a PEDRA na pavimentação da maioria das nossas zonas pedonais. A Ribeira das Naus, conhecida já como a RIBEIRA DOS CALHAUS, é um dos exemplos mais recentes. Temos que conseguir mudar as mentalidades e devemos compatibilizar o passado com as necessidades atuais.




Este tipo de solução surgiu primeiro em bicicletas e só depois começou a ser usado em cadeiras de rodas. Uma evolução natural que vem melhorar, significativamente, a vida de quem tem lesões vertebro-medulares e que necessita de uma cadeira de rodas para se deslocar na nossa via-pública.





Com a colaboração de Rui Rezende




Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

April 4, 2015

Falta de AUTORIDADE


Um testemunho de Carlos Nogueira, 21/3 às 19:43


“Portugal está podre (…) Hoje senti vergonha, sim senti vergonha de ser português (…) Saí das urgências da CUF Descobertas com destino a uma farmácia na Rua Salvador Allende, em Sacavém, onde, junto à farmácia, há um parque de estacionamento para pessoas com mobilidade reduzida (…) estava ocupado com um carro sem o necessário dístico de estacionamento (...) fiz 4 telefonemas para a esquadra de Sacavém (…) uma hora depois, um carro patrulha com 2 polícias chegou ao local (…) de imediato dirigiram-se a um café próximo para perguntar de quem era o carro (…) um ‘manguelas’ que estava a virar mines na esplanada, respondeu afirmativamente (…) tinha-me visto durante todo o tempo que estive à espera (…) o Senhor Polícia, pediu-lhe amavelmente para retirar o BMW e notou-se na sua voz algum constrangimento por se encontrar naquela situação (…) à autoridade, só faltou pedir-lhe desculpa (…) o dito cidadão arrancou com o carro a alta velocidade, com os pneus a chiar, demonstrando o desagrado por ter sido incomodado (…) os Agentes da autoridade, os Polícias, seguiram com o rabo entre as pernas, sem sequer o terem multado (…) Fiquei desiludido porque este tipo de comportamento da PSP acaba por legitimar todas aqueles que ocupam estes lugares indevidamente e me mandam à m**** (…) sempre que lhes tento explicar de forma pedagógica e cordial as dificuldades que nos infligem com estes comportamentos acabo por concluir que quem não cumpre a lei é protegido ou vê o seu comportamento branqueado pela PSP (…) Hoje senti vergonha, sim senti vergonha de ser português”



A PSP tem que se dar o respeito

Quem não se dá ao respeito, não pode exercer a autoridade... as instituições devem ser preservadas, com o senão de se instalar o caos. 







O papel principal da polícia deve ser o de manter a ordem e fazer cumprir lei.




A PSP, no que respeita ao exercício da autoridade para manter a ordem, para além de ter que dar o exemplo, indicia cada vez com mais frequência a falta de personalidadede capacidade para se fazer impor. Carros estacionados em 2ºvia, paragens de autocarro ocupadas como se tratassem de estacionamentos privados, estacionamentos indevidos em locais devidamente assinalados como proibidos, ocupação de entradas de viaturas,etc., passou a fazer parte do nosso quotidiano.Todos nós, diariamente, testemunhamos estes abusos. 

A AUTORIDADE está comprometida e 
muitos dos seus agentes deviam sentir VERGONHA






Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com

April 1, 2015

Piso colorido


A nova Ribeira das Naus vai entrar de novo em obras, de forma a disponibilizar corredores longitudinais em piso liso. Pretende-se que os Cidadãos com Mobilidade Reduzida, permanente ou temporária, possam igualmente usufruir deste novo espaço.

Hoje, no seu discurso de despedida da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, afirmou que “a casa ficou arrumada” mas reconheceu que a acessibilidade na Ribeira das Naus ficou comprometida com a escolha do pavimento aplicado. Qualificou esta opção, toda em pedra, como “uma forma evidente de exclusão” e reafirmou que a correção será feita pelo seu sucessor. Adiantou ainda que neste momento já só de discute “qual será a cor do pavimento a aplicar”.





Para o Minuto Acessível, 
deixe aqui o seu contributo: minuto.acessivel@gmail.com